Proteínas vegetais na sua dieta em 2017

0
33
views

Uma boa rotina de treinos requer o consumo de proteínas, já que são elas as responsáveis por repor as energias do corpo que foram gastas durante os exercícios.

As proteínas animais são muito importantes nesse processo, já que contam com diversos nutrientes necessários para a recomposição de energia. Porém, elas por si só não capazes de recuperar tudo que é necessário.

Cactínea – Onde comprar, Como tomar e Quais seus Benefícios
Pasta de amendoim antes do treino dá mais energia?
Vale a pena substituir o açúcar convencional pelo açúcar de coco?

Por isso, as proteínas de origem vegetal são tão importantes: são elas as responsáveis por suprir aquilo que as proteínas animais não conseguem, além de serem substitutas nos casos de pessoas que não consomem nenhum tipo de carne ou que são intolerantes à lactose, o que torna ainda mais necessário o consumo deste tipo de produto.

Benefícios das proteínas vegetais

São inúmeras as vantagens de introduzir as proteínas vegetais à alimentação.

Com alto valor biológico, elas possuem em sua composição certos aminoácidos essenciais para o bom funcionamento do organismo, além de serem naturais e não causam maiores danos à natureza durante seu processo de produção.

Livre de gorduras e colesterol, também são capazes de controlar a pressão arterial e regular o intestino.

Algumas proteínas vegetais

Proteínas vegetais

Abaixo, listamos algumas leguminosas que são fontes ótimas fontes de proteínas e que certamente farão você pensar em adaptar sua dieta:

Soja:

Com um grande leque de opções de consumo, a soja pode ser uma grande aliada no consumo de proteínas, pois ela possui inflofavonas que minimiza os efeitos da menopausa, insônia, irritabilidade e calor em excesso.

A soja pode ser ingerida em grãos, leite, tofu, queijo e muito mais.

Feijão

O bom e velho feijão é quase que unanimidade no prato do brasileiro. Mas para quem ainda não se rendeu ao queridinho do país, vale lembrar que ele é uma rica fonte de fibras e, junto do arroz, traz uma ótima combinação com carboidratos.

Vale lembrar que o grão em sua versão branca possui ainda mais nutrientes que o carioca.

Grão de bico

Original da culinária árabe, o grão de bico possui triptofano, que é responsável por melhorar o humor e ativar os neuro transmissores cerebrais, aumentando a sensação de bem-estar.

No entanto, é preciso tomar cuidado com a quantidade ingerida deste grão, pois ele possui uma quantidade de calorias maior que as demais leguminosas.

Cogumelo

Ótimo substituto da carne, o cogumelo (shimeji ou shitaki, poe exemplo) é um poderoso antioxidante e possui quantidades consideráveis de ácido fólico. Bastante versátil, pode ser encontrado em conserva, molhos, seco ou fresco.

Além destes, temos diversos outros como a lentilha, sementes de girassol, cevada, trigo, batata vermelha, milho, brócolis, semente de linhaça e ervilhas.

A variedade é imensa. Basta encontrar qual alimento de origem natural você mais se identifica e introduzir à alimentação.

Todos eles não possuem resíduos chamados de Purinas e podem ser facilmente encontrados em feiras, supermercados.

O importante é nunca deixar faltar proteínas ao corpo e, sempre que praticar alguma atividade física, repor os nutrientes do corpo para que ele esteja cada dia mais saudável.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here